Um espaço sem complexos para reflectir sobre as misérias e alegrias de quem vive no subúrbio de grandes cidades, como é Lisboa.
Domingo, 20 de Abril de 2008
Mudei de casa
Esta foi a minha primeira experiência no mundo do blogging, agora migrada para a nova plataforma de blogs do SAPO.

Entretanto mudei de casa para o mais internacional Blogger, mantendo no entanto este histórico e aconselhando-vos a visitar a minha nova casa

Vista do Suburbio, a Continuação

Espero ver-vos por lá em breve, com os vossos bons e maus comentários!

sinto-me:

publicado por VitorM às 00:31
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 30 de Janeiro de 2006
Neve na cidade...

Ontem foi um Domingo deveras diferente... Nevou um pouco em Lisboa, tal como quase em todo o País!! Claro que num Domingo frio de Inverno, tornou-se a única notícia do dia inteiro, com as televisões a fazer o pleno! Faltou o Cavaco, veio a neve!


E como em todos os acontecimentos imprevistos, todos ficaram surpreendidos por ver os flocos de neve a descer ao sabor do vento! É uma visão bonita e melancólica, mas sobretudo diferente, ao ver os carros a ficarem ligeiramente cobertos por um pequeno manto branco...


Para mim, o mais curioso do dia foi o comentário de um alentejano, quando entrevistado sobre o que achava de nevar em Évora. Foi mais ou menos isto: "Olhe, isto é bonito, parece um país nórdico! Até pode ser um bom sinal, pois pode ser que assim venha para Portugal também a riqueza existente nos países nórdicos". Como se a neve fosse o motivo da riqueza destes paises!!! Enfim...A esperança é última barreira que separa os pobres dos pobres de espírito!


Mas pelo menos a neve trouxe mais um pouco de emoção à tristeza nacional!! Pelo menos hoje toda a gente tem um assunto para comentar, e não é a derrota do Benfica frente ao Sporting...


 



publicado por VitorM às 12:22
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 15 de Novembro de 2005
Despede-se um génio...

Gabriel Garcia Marquez retirou-se da vida pública por razões de saúde: cancro linfático. Agora, parece que é cada vez mais grave. Enviou uma carta de despedida aos seus amigos que, graças à Internet, está a ser difundida. A sua leitura é recomendada porque este texto escrito por um dos Latino-americanos mais brilhantes dos últimos tempos é verdadeiramente comovedor.


"Se por um instante Deus se esquecesse de que sou uma marioneta de trapo e me oferecesse mais um pouco de vida, não diria tudo o que penso, mas pensaria tudo o que digo.


Daria valor às coisas, não pelo que valem, mas pelo que significam.


Dormiria pouco, sonharia mais, entendo que por cada minuto que fechamos os olhos, perdemos sessenta segundos de luz.


Andaria quando os outros param, acordaria quando os outros dormem. Ouviria quando os outros falam, e como desfrutaria de um bom gelado de chocolate!


Se Deus me oferecesse um pouco de vida, vestir-me-ia de forma simples, deixando a descoberto, não apenas o meu corpo, mas também a minha alma.


Meu Deus, se eu tivesse um coração, escreveria o meu ódio sobre o gelo e esperava que nascesse o sol.


Pintaria com um sonho de Van Gogh sobre as estrelas de um poema de Benedetti, e uma canção de Serrat seria a serenata que ofereceria à Lua.


Regaria as rosas com as minhas lágrimas para sentir a dor dos seus espinhos e o beijo encarnado das suas pétalas...


Meu Deus, se eu tivesse um pouco de vida... Não deixaria passar um só dia sem dizer às pessoas de quem gosto, que gosto delas.


Convenceria cada mulher ou homem que é o meu favorito e viveria apaixonado pelo amor.


Aos homens provar-lhes-ia como estão equivocados ao pensar que deixam de se apaixonar quando envelhecem, sem saberem que envelhecem quando deixam de se apaixonar!


A uma criança, dar-lhe-ia asas, mas teria que aprender a voar sozinha. Aos velhos, ensinar-lhes-ia que a morte não chega com a velhice, mas sim com o esquecimento.


Tantas coisas eu aprendi com vocês, os homens... Aprendi que todo o mundo quer viver em cima da montanha, sem saber que a verdadeira felicidade está na forma de subir a encosta.


Aprendi que quando um recém-nascido aperta com a sua pequena mão, pela primeira vez, o dedo do seu pai, o tem agarrado para sempre.


Aprendi que um homem só tem direito a olhar outro de cima para baixo quando vai ajudá-lo a levantar-se.


São tantas as coisas que pude aprender com vocês, mas não me hão-de servir realmente de muito, porque quando me guardarem dentro dessa maleta, infelizmente estarei a morrer..."


Gabriel Garcia Marquez



publicado por VitorM às 19:28
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 19 de Outubro de 2005
Curiosidades do Meu País
De autor anónimo:


"Existe um país onde um cidadão de 81 anos depois de ter cumprido 10 anos de mandato como Presidente da República e de ter estado 10 anos de molho decide candidatar-se novamente para salvar o país de um fantasma, passando por cima de um amigo de longa data.



Existe um país onde três candidatos autárquicos com fortes probabilidades de vencer estão indiciados por processos fraudulentos e uma outra candidata a candidata com mandato de prisão emitido e foragida no Brasil, tem toda a cidade a aguarda-la tal qual D.Sebastião.



Existe um país onde o único escritor galardoado com o prémio nobel da Literatura vive no país vizinho.



Existe um país de onde é oriundo aquele que é considerado o melhor treinador de futebol da actualidade, cujo seleccionador nacional é estrangeiro.



Existe um país onde o maior sucesso nacional do ano é um disco de originais de um músico que morreu há quinze anos.



Existe um país onde os dois guarda-redes da selecção nacional são suplentes de dois guarda-redes da mesma nacionalidade nos respectivos clubes.



Existe um país onde o nome da mascote do principal evento desportivo alguma vez organizado começa por uma letra (k) que não faz parte do seu alfabeto.



Existe um país onde há 10 estádios novos em folha mas não temos sequer 5 hospitais dignos do nome.



Existe um país onde os polícias são os únicos que andam sem cinto (eles não têm acidentes?)



Existe um país onde os pedófilos ricos não são criminosos mas os pedófilos pobres são o "lixo da sociedade"



Existe um país onde há pessoas que não têm dinheiro para gastar no dentista mas andam de Audi e Mercedes.



Esse país estranho é o meu país."



Não posso dizer que concordo com tudo, mas pelo menos com a maioria das frases acima!


publicado por VitorM às 22:44
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 13 de Outubro de 2005
Preguiças
A chuva teve vergonha do estrago que estava a fazer e parece que já se foi novamente embora! Mas ficou aquela preguiça que apenas o frio pode trazer, aquela vontade de ficar mais uma manhã na cama!

Deve ser por isso que hoje todas as pessoas com que me cruzei tinham um ar um pouco amarrotado, como se tivessem caído da cama naquele instante! Mas em compensação, o dia começou radiosamente limpo, a contrastar com o espirito da época e foi escurecendo com o evoluir do dia.


Caso do dia: cada dia que passa mais e mais colegas trabalhadores descobrem que há muita gente sem vergonha neste mundo. Gente que tem verdadeira alergia ao trabalho, mas que cuida dessa doença com muito cuidado, não vá curar-se de vez!

O pior é que quanto menos essas pessoas fazem, mais se irritam com os outros que as rodeam que ainda tem vergonha na cara e pelo menos tentam ganhar honestamente o seu salário no final do mês.

Num país qualquer um pouco mais civilizado, essa fruta podre já tinha sido deitada pro lixo. No entanto na Suburbia Tuga, isso tem um nome: direitos adquiridos. Não sou contra direitos adquiridos e até beneficio deles, sou contra é direitos adquiridos injustamente por gente que quase nada produz e deixa os outros à beira de um ataque de nervos!

Claro que se pode alegar sempre que o grau de justiça dos direitos adquiridos é sempre subjectivo e claramente desfavoravel aos mais novos, que cada dia mais se vêm envolvidos numa teia de precaridade e até mediocridade. Este é um ciclo viciada que tem que ser interrompido urgentemente ou dentro de algumas gerações teremos apenas zombies estúpidos, totalmente acéfalos e acríticos, porque os valores que lhes incutiram foram sempre esses ao longo da vida. "É a vida!!!!"


Mesmo sendo uma corrente política com que não me consigo identificar, há algumas buzzwords do Bloco de Esquerda/Louçã que até caem no ouvido. A ideia de hoje foi promover nas Presidenciais a ideia que devemos contrariar o espirito da frase acima: "É A VIDA!!!"

Não posso deixar de concordar mais, este País precisa de um forte abanão nas consciências já que esta paz podre e sufocante está a asfixiar as poucas virtudes que ainda restam aos Tugas. Não desejo a destruição daquilo que também é um pouco meu, mas talvez seja mesmo necessário um terramoto no sentido real da palavra para obrigar a começar do zero (ninguem acredita que se houver um terramoto sério na Grande Lisboa, vá ficar muita coisa de pé pois não?)


Como suburbano nascido e vivido aqui, não me agrada a imagem do meu mundo destruído, mas entristece-me muito mais a visão de um País que devia crescer e está PARADO! Preguiças? Não, as originais não chateam ninguém. A espécie de preguiça Tuga? Que tal oferecer-lhes uma excursão ao Sahara de 15 dias, com mantimentos apenas para o 1º dia? Radical? Não, acredito que todos acabassem por sobreviver e até se multiplicar, portanto não estou a desejar a morte a ninguém! Mas pelo menos durante 15 dias, talvez o País funcionasse para variar...


Alguém quer experimentar a minha teoria? Identifique as preguiças à sua volta e pense como seria sem elas durante 15 dias... Gostou?!?!?


publicado por VitorM às 23:33
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 10 de Outubro de 2005
Chuva? Não, é tempestade e chama-se Vince!
Choveu!!!!!!!!!!!!! Aleluia!!!!!!!!!! Afinal na cidade ainda cai água sem ser da EPAL!!!!!

Parece piada, mas no dia a seguir às eleições autarquicas, pelo menos aqui na Grande Lisboa, choveu que só e lá vieram à evidência as misérias das cidades: estradas transformadas em rios, esgotos entupidos, tampas que saltam e ficam à espera do motorista incauto, lixo e entulho por todo o lado. Mas também aqui deve ter chovido em 2 horas o equivalente ao que choveu desde o ínicio do ano!

Mas o dia acordou triste não só por isso, mas também porque ontem a democracia em Portugal levou mais uma machadada, com a vitória dos candidatos municipais pseudo-independentes, cuja única cor politica que tem é da desfaçatez e sem-vergonha! Cada dia que passa mais acho que Portugal tem apenas aquilo que merece, pois a mediocridade é cada dia mais avassaladora, massificada e sufragada pela maioria amorfa de um País em plano inclinado para a ruptura.

É triste ver um País se auto-destruir por falta de motivação, em que o chico-espertismo é lei, e o engano e a mentira são as traves mestras da sociedade actual. Onde é que está a tão falada solidariedade? Só existe quando uma TV faz uma grande sessão pública de carpideiras, cheias de lágrimas para TV mostrar, quase tão falsas quanto as boas intenções por detrás da mesma iniciativa. Quem já doou algo para estas iniciativas de solidariedade concerteza já se perguntou: "Será que alguém recebeu realmente aquilo que mandei, ou ficou a encher os bolsos de algum corrupto? Ou pior ainda, se foi um bem material, será que não foi pró lixo??"

Não digo que os Tugas se tenham tornado insensíveis, mas a ajuda já não é mais desinteressada, não é sincera, falta coração onde sobra emoção, emoção essa explorada de forma até pornográfica, sem que isso tenha como objectivo aumentar o apoio dado a determinada causa. Cada vez mais serve interesses comerciais, egoístas, em que muitos se aproveitam da miséria alheia para fazer a sua fortuna imunda.

É este cheiro fétido que a chuva de hoje não consegue mais disfarçar, por mais torrencial que seja, por muitas tempestades que assolem a cidade, a indiferença, o individualismo, a insensibilidade tomaram conta da cidade, onde o "salve-se quem puder" é lei, é dogma, é religião!

Hoje ou amanhã, a tempestade Vince (que nome mais paneleiro para a primeira tempestade de 2005 por terras Tugas... Ainda se fosse Joaquim ou Manuel!!) vai dar à costa e fazer um ventito para ver se anima as hostes e põe os recém-eleitos a dar o litro (ou a tirá-lo, dependendo das perspectivas)... Se correr mal, já podem por as culpas no antecessor, não é? Afinal foi ele que não limpou, não preveniu, etc.. e gastou os ultimos euros a fazer aquele fontanario feio que não serve pra nada a não ser para ganhar verdete, gastar a pouca água que temos e tapar a visibilidade das rotundas, ou então naquelas obras de fachada que apenas servem para fingir que se fez obra ao fim de 4 anos. Ridiculo, mas verdadeiro!
Mas afinal do que nos podemos queixar? Temos das mais belas obras de fachada da Europa!

Enquanto outros gastam as suas parcas posses a educar as gerações futuras, a enriquecer-lhes a mente, aqui as gerações Tugas cada dia são mais grunhas, acefalas e sem valores, sem educação, sem respeito por nada nem ninguém. Só hoje é que a tempestade vem aí, mas nas últimas décadas este País tem estado no olho de um furacão que tudo destrói e que quando passar vamos finalmente apercebermo-nos o grau de devastação a que chegamos neste Jardim à Beira Mar Plantado!

No final sobrará cimento que tanto empreiteiro impingiu aos restantes, e não existirá massa cinzenta para fazer avançar este País na direcção certa.

Mas como bom Tuga, cá dentro o bichinho diz-me sorrateiro: "Que se lixe, o que sou eu no meio da multidão? Deixa-me aproveitar a chuva para dormir aconchegado, é muito mais saboroso!"...

Aproveitemos a tempestade!! Vedi, Vini, Vince!


publicado por VitorM às 22:47
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 6 de Outubro de 2005
Raisparta o sapo...
Esta semana talvez porque o feriado a cortou a meio, teve o dom de pôr a imaginação de um Tuga a funcionar de forma simplesmente... brejeira!

Quem não recebeu por e-mail pelo menos 4 vezes o anuncio modificado do BMW Série 1, com o batráquio Cocas?

No original, dizia:

"(carrinho a fazer acrobacias no deserto)

- Epah...

- *Piiiiiii-Piiiiiiii* Oh amigo, sai da frente!!!!

- *ribbit*

- Raisparta ao sapo!!!" (fim de citação)



Então não é que houve um Tuga (lá de cima do norte, concerteza!!) que aldrabou aquilo e tornou o anúncio ainda mais famoso??

"(carrinho a fazer acrobacias no deserto)

- F***sssss!!

- *Piiiiiii-Piiiiiiii* Sai da frente, oh booiiii!!!!

- *ribbit*

- C***ão do sapo..." (fim de citação)



Acho que quem fez o anúncio não antecipou o estrondoso hit digital deste principio de Outono! Eu que até já tinha achado o original algo clonado do anuncio do Sapo (sim, deste que me aloja), mas pronto, não sei quem clonou quem... por isso fica apenas a sensação!


Com o sucesso do dito, daqui a pouco teremos uma versão toque de telemovel, uma versão em português dos Açores (com legendas), e outras mais que os Tugas se lembrem de inventar!!



Ahhhh, mas o que me alegra é que o Sol continua a banhar as nossas manhãs, e o calor continua por mais uns dias, o que ajuda a dar vontade de pôr o ócio em dia! No reino da Suburbia de novo apenas a gasolina aumentou, há mais malucos no Metro, e a vida continua!

Afinal ontem foi feriado, e hoje temos que recuperar desse sacrifício que é descansar numa grande cidade, em que até para descansar temos que pedir licença aos 200.000 que não foram para fora e fizeram o feriado cá dentro!


publicado por VitorM às 23:09
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 4 de Outubro de 2005
Amanhã é feriado?
Um dia banal na cidade, apenas o Sol se mantem quente e convidativo a deixar tudo para trás e ficar numa esplanada a dar 2 dedos de conversa com gente boa.
Mas no estado actual, apenas podemos desejar que o dia não seja mau, que não nos massacrem muito a cabeça e sobretudo que ainda não seja desta que põem à prova o plano de emergência em caso de terramoto em Lisboa!

Nah, hoje o dia parece normal, mas é apenas uma véspera de Feriado!!! Ou seja, um dia Tuga, em que os Tugas anseiam por chegar a hora do almoço, para ligeiramente deixar o trabalho escorrer entre as mãos e quando se dá por isso já está na hora de ir embora!

O sentimento de que hoje é sexta assalta por dentro todos os que trabalham, deixa-os mais alegres, mais desprendidos, mais generosos até... Excepto na hora de se pirarem para casa, rumo a um diazinho passado no carro a caminho de uma qualquer praia ou local turístico onde irão estar outras 300.000 pessoas no minimo.
Mas que se dane, é feriado!!!


publicado por VitorM às 22:41
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 3 de Outubro de 2005
Eclipse
Pelo menos na Suburbia, hoje o dia foi diferente, pois foi dia de Eclipse Anular! Eram cerca das 9:40 da manhã, quando sobre a cidade pairava um crepúsculo bizarro mas belo. O dia límpido de hoje realçou ainda mais este efeito, deixando muita gente de cabeça no ar.

O bom Tuga aproveitou mais esta benção (afinal era 2ª feira de manhã!) para ficar mais um bocado na boa vida a olhar o Sol como se fosse a última coisa que fosse fazer na vida.
Só nos simulacros de incêndios e no futebol se via mais gente na rua sem fazer nada! Porém, o evento teve o dom de voltar a mostrar a alma generosa do Tuga: todos os Tugas mais esclarecidos (ou endinheirados, sei lá) lá traziam os seus oculos com filtro solar generosamente oferecidos pelo Expresso numa das 300 bugigangas que cabem dentro de um saco plástico... E num acto de generosidade desprendida ou de desprendida sobranceria, emprestavam os seus oculos aos colegas, amigos, transeuntes, desconhecidos, para que todos pudessem viver com emoção o momento que só se repetirá daqui a alguns anos, e que apesar de razoavelmente banal, traz sempre uma mística associada, induz pavor no não-suburbanos e desdém nos restantes.

A imagem com que se fica num evento destes é semelhante às cenas de filmes em que os ETs saem da sua nave espacial, e os terraqueos olham aterrorizados mas ao mesmo tempo embevecidos para o que lá vem. E nestes casos a igualdade na curiosidade é total: tanto olham homens como mulheres, velhos e novos, branco, negros, asiaticos e assim assim.
Mas até nos eventos mais universais, mais cósmicos, como foi o caso, o Tuga mostra a sua habilidade mais nata: o desenrascanço!

No meio dos oculos de sol, telescopios com filtros XPTO, lá estavam 2 soldadores, com as suas mascaras de soldar a tapar a cara e olhar o Sol ser engolido pela Lua! Qual radiografia, CD e outros quejandos!! Nahh, apenas o instrumento de trabalho que tantas vezes eles não usam quando aquelas fagulhas de ferro incandescente lhes queimam os olhos... Mas naquela hora, fez furor pelos presentes e tiveram direito aos seus 30 segundos de fama na televisão, demonstrando que eles também sabem ver o eclipse!


publicado por VitorM às 22:19
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 2 de Outubro de 2005
Domingo no Parque
Mais um Domingo cheio de miséria, tristeza, atentados, mas cheio de Sol aqui na Grande Lisboa.

No Parque das Nações, os pais passeam as suas crias, exibindo os seus oculos escuros, que elas usam para proteger do sol e eles para olhar para as mulheres e namoradas dos outros. Afinal, um bom macho latino não pode perder um dia de sol para apreciar umas belas curvas, especialmente se forem as das mulheres que não a sua!

No entanto, fiquei com uma sensação bizarra de que não estava em Portugal por duas razões:

1 - O pessoal andava com um ar muito despreocupado, que nem parecia que amanhã começa a ultima semana de campanha eleitoral para as Autárquicas! Afinal, vamos ter que escolher os politicos que nos vão lixar a vidinha por mais 4 anos!

2 - Havia um número anormalmente elevado de irmãos de língua do outro lado do Atlântico, como se a colónia fossemos nós. No entanto, há algo que admiro neles. São explorados, mal pagos, insultados, mas nas horas livres, a alegria está bem estampada na cara deles e delas. Os sorrisos são de puro gozo de um dia de sol bonito!

Os Tugas estão cada dia mais mal-humorados, mais tristes, mais cabisbaixos, e até tem razões para isso. No entanto, cada dia que passa, parece que o nosso destino é cada vez mais imutável, que o Português não consegue ultrapassar esta letargia que já nem um dia radiante de sol consegue disfarçar!

Até o próprio Parque das Nações é a imagem da decadência a que este País tem vindo a ser votado: bonito, mas abandonado e cercado de cimento. Dá prazer passear por lá, mas há uma aura de abandono não assumido, em que as pessoas tem medo de estragar, mas também não se vê um único jardineiro, mulher de limpeza, segurança, ou outro elemento responsavél pelo zelo do lugar.

O mais triste, hoje ao olhar para o Rio Tejo, é pensar que um dia, quando houver uma cheia que atinja o Parque, ninguém vai correr a recuperá-lo porque não há dinheiro!

Uma das zonas nobres de Lisboa está lentamente a agonizar perante a selva de cimento que se ergue em redor, e que nem os carrinhos de bebé, as bicicletas e os muitos apaixonados conseguem esconder com a sua aura de felicidade.

Já agora, porque é que nunca encontrei ninguém conhecido por lá? Será que sou demasiado suburbano para os meus amigos? Ou apenas sou distraído?


publicado por VitorM às 23:18
link do post | comentar | favorito
|

Inauguração do Vista do Subúrbio

Hoje estava com vontade de saltar para uma nova dimensão digital, e vim até aqui aos Blogs do SAPO. Não é que eu seja muito diferente dos restantes suburbanos que andam por esse mundo fora, apenas tenho uma visão que espero seja diferente das restantes. Afinal, não se costuma dizer "Penso, logo existo"?


Pois bem, o objectivo deste espaço é dar a conhecer algumas das reflexões no Portugal do Século XXI, planeta Terra. Neste País lindo, mas que ultimamente tem sido tão maltratado por esta degenerescência humana a que se convencionou chamar Tuga!


Mas o que pretendo não é lançar qualquer cruzada contra os Tugas, mas mostrar que há mais do que Tugas neste amontoado de cimento amorfo que se transformou a Grande Lisboa.



publicado por VitorM às 21:39
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


posts recentes

Mudei de casa

Neve na cidade...

Despede-se um génio...

Curiosidades do Meu País

Preguiças

Chuva? Não, é tempestade ...

Raisparta o sapo...

Amanhã é feriado?

Eclipse

Domingo no Parque

Inauguração do Vista do S...

arquivos

Abril 2008

Janeiro 2006

Novembro 2005

Outubro 2005

tags

todas as tags

links
Quantos já me visitaram?
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds